Alagados e desbarrancados: a força beradeira no Madeira

Em fevereiro de 2014, a água começou a subir acima do normal e já cobria o chão de algumas casas construídas sobre palafitas. Na certeza de que não passaria daquilo, os moradores da Vila de Nazaré começaram a construir jiraus, estruturas de madeira elevadas, dentro de casa para caminhar por cima das águas e pra... Continuar Lendo →

Anúncios

Beiradeiros, Mundurukus e os seis dias na floresta: autodemarcação e uma aliança improvável

      Seis dias na floresta num grupo bem diverso. Dezesseis beiradeiros e beiradeiras e 11 guerreiros e guerreiras mundurukus de 11 a 67 anos de idade, muitos de chinelo, e às vezes descalços, carregavam nos ombros e nas testas jamanxins que chegavam a pesar até 30 kg. Com os facões em mãos, e... Continuar Lendo →

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑