Contra desabastecimento de água doce, lideranças comunitárias assumem compromisso para recuperar o Rio Pardo

Gente Brasileira debaixo de Óleo, Bahia

Reportagem de Lilian Santana Santos, uma das coordenadoras da Rede de Mulheres de Comunidades Extrativistas e Pesqueiras do Sul da Bahia, em parceria com Gente Brasileira

Uma visita à cidade de Taiobeiras-MG acendeu um alerta para as lideranças das comunidades de agricultura familiar que vivem no baixo Rio Pardo. A cidade fica no norte de Minas Gerais no alto do rio, e as comunidades que vivem por ali estão sofrendo com a violação de um de seus direitos mais fundamentais: o acesso à água doce.

A água que abastecia comunidades de ribeirinhos e pequenos agricultores da cidade está sendo desviada para barragens de empresários da monocultura de eucalipto e café gerando um quadro de insegurança hídrica alarmante, secando nascentes e lagoas em um curto período.

Gente Brasileira debaixo de Óleo, Bahia

Neste sábado (7/03), durante reunião da Coordenação da Agricultura Familiar da Resex Canavieiras (BA), realizada na Comunidade de Campinhos, a presidente Lindinalva Gomes Santos, que esteve na cidade mineira ao lado do presidente da Associação Mãe da Reserva Extrativista de Canavieiras (AMEX), João Gonçalves, chamou a atenção das lideranças do Baixo Rio Pardo para a necessidade da Coordenação desenvolver ações que contribuam para a recuperação das nascentes e dos afluentes que desaguam no rio, elevar o diálogo para as demais pessoas, comunidades e cidades que se beneficiam com suas águas, assim como cooperar com a causa das comunidades do Alto e Médio Rio Pardo.

“O que está acontecendo com os companheiros do Alto Rio Pardo pode acontecer conosco. Hoje, não dá para pensarmos que a água é um bem inesgotável”, afirmou dona Lili enquanto mostrava para os coordenadores uma foto de um afluente do ribeirão.

Gente Brasileira debaixo de Óleo, Bahia

Também houve um pedido de apoio à representante do ICMBio presente na reunião para que as ações de recuperação do Rio Pardo sejam concretizadas, cobrando maior atenção do órgão para os acontecimentos neste rio que é fonte de vida para toda a região.

O Rio Pardo nasce no norte de Minas Gerais e deságua na região de Canavieiras-BA, abastecendo a cidade e formando parte de uma das maiores e mais importantes regiões de mangue do país, berço de inúmeras espécies marinhas e morada de mariscos, caranguejos, siris, e muitas outras espécies que geram renda e garantem a segurança alimentar de diversas comunidades tradicionais.

Gente Brasileira debaixo de Óleo, Bahia

Ao final da reunião, as lideranças concordaram em apoiar as ações que serão desenvolvidas na defesa do rio, e se dispuseram a criar grupos para o melhor desempenho na realização das atividades, reiterando o entendimento de que, nesse momento, o Rio Pardo precisa de uma atenção especial e que deixando de tomar medidas emergenciais todos correm um sério risco de ficarem desabastecidos de água doce num futuro não tão distante.

Gente Brasileira debaixo de Óleo, Bahia

Estiveram presentes no encontro:

Liderança Tupinambá- Raimundo José

Cacique Simone Pereira- Tupinambá da Aldeia Piraúna, em Olivença-BA

Secretária da Coordenação da Agricultura Familiar da Resex Canavieiras – Valéria Corrêa;

Presidente da Associação dos Pescadores e Marisqueiras de Puxim do Sul – Rildo Pinto;

presidente da Associação Pequenos Produtores Rurais de Canavieiras – Laudenir Santana;

Coordenadora da Rede de Mulheres de Comunidades Extrativistas e Pesqueiras do Sul da Bahia – Iraildes dos Santos;

Presidente da Associação Comunitária Quilombola Cristã – Miguel da Silva Santos;

Presidente da Associação de Pescadores e Agricultores de Campinhos – Jailton Santos Santana;

e representantes de instituições sociais ligadas a agricultura familiar e a pesca.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: